Maputo: Detectada fraude académica na Escola Secundária Josina Machel


No primeiro dia de exames extraordinários que decorrem a escala nacional foi detectada fraude académica na Escola Secundária Josina Machel, na cidade de Maputo.

São no total 16 estudantes que foram retirados das salas de exame por terem sido surpreendidos a usarem telemóveis durante a realização do exame.

Nos exames extraordinários que ontem tiveram início em todo o país, o sector de educação decretou tolerância zero para qualquer tentativa de fraude e foram instalados detectores de metais para alunos renitentes em entrar na sala de exame com telemóveis.
Os estudantes entrevistados hoje pela nossa fonte, dizem ter conhecimento da proibição do uso de telemóveis nas salas de exames mas mesmo assim, alguns arriscam.
De referir que os centros de exames extraordinários criados no distrito municipal Ka Mpfumu a escola secundária Josina Machel tem registados 2998 candidatos aos exames da décima segunda classe contra os cerca de 1141 candidatos do ano passado.
Share on Google Plus

About Moz no Ar Oficial