PRM detém supostos assaltantes à mão armada em Maputo - MoznoAr

Breaking

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

PRM detém supostos assaltantes à mão armada em Maputo


Parte dos indivíduos que supostamente protagonizavam assaltos à mão armada, quer em residências, quer em viaturas, nalguns bairros do município da Matola, na calada da noite, encontra-se sob custódia policial, segundo anunciou ontem a corporação.

A Polícia da República de Moçambique (PRM) a nível da província de Maputo apresentou seis pessoas detidas na 9ª e 6ª esquadras por assalto a residências e roubo de viaturas na cidade da Matola, província de Maputo.

Segundo a Polícia, trata-se de membros de quadrilhas que actuavam em bairros como Machava-Bunhiça, Bedene, Liberdade e um pouco por toda a parte da urbe.

Para lograr os seus intentos aterrorizavam as suas vítimas com recurso a armas de fogo, para além de agredi-las.

Para além de agredirem fisicamente os criminosos violavam sexualmente mulheres, actos que invariavelmente aconteciam diante dos restantes membros da família.

De acordo com a PRM, dois dos indivíduos detidos foram surpreendidos depois de se terem introduzido numa residência em Bunhiça no sábado último, onde agrediram fisicamente às vítimas e roubaram dois telemóveis.

Ainda segundo a Polícia, na madrugada de domingo, e com recurso a uma arma do tipo pistola, outros quatro roubaram uma viatura de marca Toyota Corolla com chapa de matrícula AET 420 MP no bairro da Liberdade. O carro viria a ser recuperado na segunda-feira e entregue ao legítimo proprietário.

Emídio Mabunda, porta-voz da Polícia da República de Moçambique ao nível da província de Maputo, explicou que os supostos ladrões de viaturas usavam um veículo dupla cabine de marca Mazda com inscrição HSF 870 MP, que se presume seja fruto de crime.

Mabunda disse que não é a primeira vez que dois dos detidos se envolvem em casos similares. Segundo ele, no ano passado teriam fugido da cadeia, para onde haviam sido conduzidos por terem roubado viaturas que posteriormente viram a serem recuperadas na cidade de Inhambane.

Entretanto, outro indivíduo está igualmente nas celas da PRM por ter sido surpreendido, em Ressano Garcia, na posse de sete carimbos da Migração, com os quais se presume falsificava vistos de entrada ao país.


De acordo com a Polícia, o prevaricador autorizava a migração de Moçambique à África do Sul e diligências há para saber da proveniência dos timbres.

Post Top Ad

Responsive Ads Here