Ministro das Finanças sul-africano será processado por fraude



Pravin Gordhan, ministro das Finanças da África do Sul, vai ser processado por fraude e por alegada má conduta quando era responsável pelo departamento de cobrança de impostos, anunciaram hoje as autoridades do país.

Segundo o Notícias ao Minuto, o governante foi nomeado no ano passado para acalmar os investidores em pânico, depois do Presidente sul-africano, Jacob Zuma, ter demitido dois ministros das Finanças em apenas quatro dias.

Desde então, Gordhan tem entrado regularmente em confronto com os partidários de Zuma, prometendo combater a má governação e a corrupção no Governo, que foi engolido por sucessivos escândalos de corrupção.

Shaun Abrahams, chefe do Ministério Público Nacional (NPA), disse aos jornalistas que Gordhan seria processado por alegada má conduta durante o tempo que chefiava o departamento de cobrança de impostos do país (South African Revenue Service (SARS/Finanças).

Gordhan e outras duas pessoas "devem ser processados e acusados por fraude", disse Abrahams, de acordo com os jornalistas.

Abrahams negou que o NPA tenha sido influenciado politicamente e rebateu as críticas de que não estava a agir de forma independente.

"Os dias de desrespeitar as decisões da NPA acabaram", disse o responsável, acrescentando que "os dias da falta de prestação de contas por parte de altos funcionários do Governo acabaram".

O rand caiu cerca de 3,4% em relação ao dólar logo após o anúncio feito pelo NPA.

Share on Google Plus

About Moz no Ar Oficial