20 Moçambicanos foram detidos por corte ilegal de madeira em Malawi

Cerca de 20 moçambicanos foram presos na companhia de dois chineses e de seis malauianos quando estavam a abater várias espécies florestais protegidas por lei no Parque Nacional de Lengwe, em Malaui.

 De acordo com a Rádio Moçambique (RM), em conexão com o caso, a polícia malauiana confirmou a apreensão de seis tractores, três viaturas, entre as quais um camião de cem toneladas e três motorizadas, usados pelos suspeitos.

“Posso confirmar que a polícia prendeu 20 cidadãos moçambicanos, 6 malawianos e 2 chineses e estão sob nossa custódia. O que aconteceu é que entre terça e quarta-feira da semana passada, eles foram encontrados no Parque Nacional de Lengwe, cortando árvores de espécie Mopane, e depois de neutralizados pelos guardas florestais, corremos para o local e encontramos os suspeitos já detidos”, disse Munama, citado pela RM.

Os suspeitos poderão comparecer perante o tribunal dentro em breve, para responder pelo crime de abate ilegal de espécies florestais protegidas, avançou a RM.


A polícia em Chikwawa reforçou a segurança no Parque Nacional de Lengwe e pediu às comunidades para denunciar as autoridades qualquer movimento estranho.
Share on Google Plus

About Moz no Ar Oficial