Mais de 19 mil alunos no centro e norte do país terão exames especiais - MoznoAr

Breaking

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Mais de 19 mil alunos no centro e norte do país terão exames especiais

Um total de 19.216 alunos de 125 escolas, das zonas centro e norte do país, não foram submetidos aos exames finais que decorrem desde segunda-feira (14 de Novembro) em todo o país, devido à instabilidade político-militar que se regista nas duas regiões.

Trata-se de estudantes de 16 distritos das províncias de Manica, Sofala, Zambézia e Nampula, que poderão realizar exames num outro período, a ser determinado pelo Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH).

Segundo explicou o porta-voz do MINEDH e director do Conselho Nacional dos Exames, Certificação e Equivalência, Ivan Collinson, eles farão os exames finais em escolas próximas e em situações mais específicas.

Por exemplo, os das escolas da província de Manica só serão avaliados sobre os conteúdos leccionados, tendo em conta que as aulas foram interrompidas ainda no segundo semestre do ano lectivo.


“Tivemos situações de alunos que não puderam fazer exames finais por causa da instabilidade. Estamos a falar de quatro províncias do centro e norte. Os alunos afectados farão os exames finais em escolas próximas e em situações mais específicas, como Manica, os exames cobrirão apenas parte dos programas de ensino efectivamente cumpridos, de modo a não perder o ano escolar de 2016”, frisou.

Post Top Ad

Responsive Ads Here