EUA consideram cessar-fogo sinal encorajador rumo a paz

O embaixador dos EUA em Moçambique considerou ontem um sinal encorajador o cessar-fogo de uma semana declarada pelo líder da Renamo, Afonso Dhlakama, e espera que o gesto contribua para uma paz duradoura.

Citado pela agência Lusa, Dean Pittman elogia o esforço do Governo moçambicano e da Renamo na busca de uma solução pacífica e duradoura para a violência militar no país. 

"O empenho de ambas as partes na busca de uma solução pacífica e duradoura para o fim da violência contínua é bem-vindo. Esperamos que esse empenho resulte num acordo que traga Moçambique de volta a um caminho de paz e estabilidade", refere o comunicado citado agência Lusa. 

Dean Pittman assinala que a violência entre as Forças de Defesa e Segurança e o braço armado da Renamo "ceifou vidas, lesou famílias, interrompeu o comércio e manteve crianças fora da escola". 

"Moçambique assistiu a uma contínua violência, caracterizada por ataques a postos de saúde, assassínios de políticos, ataques a colunas de viaturas e sequestros", acrescenta Dean Pittman. 

Na terça-feira, o líder da Renamo anunciou uma trégua de uma semana como "gesto de boa vontade", na sequência de uma conversa telefónica mantida no dia anterior com o Presidente Nyusi.
Share on Google Plus

About Moz no Ar Oficial