Sylvester Stallone recusa fazer parte do Governo de Donald Trump

O ator Sylvester Stallone, popularmente conhecido por “Rambo”, foi contactado pela equipa do recém eleito presidente dos Estados Unidos da América Donald Trump, para integrar o cargo de administração do panorama cultural norte-americano

Segundo avançou a imprensa norte-americana, o ator recusou ficar responsável pelas atividades culturais do país. Apesar de se sentir “lisonjeado” pelo convite que lhe foi feito.

Através de um comunicado citado pelo New York Times, Stallone disse acreditar que “poderia ser mais eficaz direcionar a atenção nacional para os veteranos militares, num esforço para encontrar o emprego remunerado, a habitação adequada e o auxílio financeiro que estes heróis respeitosamente merecem”.

Negada a primeira proposta, o protagonista de ‘Rambo’ foi ainda aliciado para ficar à frente da agência estatal responsável pelo financiamento da cultura, proposta informal essa que também recusou.

Importa referir, que a relação entre a política republicana e o panorama cultural norte-americano não é das melhores, tendo havido já várias propostas pelo partido em acabar definitivamente com a atividade cultural, sob a desculpa de que “o dinheiro dos contribuintes não deve ser usado”, para esses efeitos, sublinha ainda a mesma fonte.

Share on Google Plus

About Moz no Ar Oficial