Negro Bué, proprietário do nome “Projecto Xˮ tenciona vender a marca ao músico NGA - MoznoAr

===DISTRIBUINDO NOVIDADES NO AR===


Hot

Post Top Ad

Your Ad Spot

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Negro Bué, proprietário do nome “Projecto Xˮ tenciona vender a marca ao músico NGA

A marca Projecto X, nome atribuído ao grupo composto pelos músicos Vui Vui, Sandokan, Man Killa e Kadaff, é uma propriedade por direito da empresa 3 Cores Business Corporation Lda, empresa angolana que tem como sócio maioritário o empresário e também cantor Negro Bué.

Por ter apreciado com mau gosto a atitude de Big Nelo, CEO da Produtora B26, em apoiar o projecto acima referido, que, segundo Negro Bué, promove a inveja, falta de humildade e iniciativa à violência verbal entre os músicos e o público que consome a música nacional, em entrevista, Adilson Bráulio, assessor de imprensa do CEO da empresa 3 Cores, falou sobre o assunto.

Consideramos que é um atentado ao respeito que devemos ter pelo sucesso dos outros colegas e uma insistência desmedida por querer sempre estar ligado ao sucesso dos outros artistas, o que torna muitos artistas privados da visão de que é preciso fazer música e não guerra, só para chamar atenção: o Negro Bué não quer, de forma alguma, entrar nesta batalha, mas quer chamar a razão dos que incitam estes movimentos, julgando que é natureza do Rap para fazerem dinheiro com maus exemplos. Nesta senda, a empresa 3 Cores BC Lda, proprietária legítima do nome e da marca ‘Projecto X’ , apela aos artistas nacionais que sejam mais unidos, mais transparentes e sérios uns com os outros e que se preocupem em registar as suas obras e projectos em fase embrionária para que não sucedam episódios como este”, disse Adilson Bráulio.

O assessor continuo dizendo ainda que os músicos devem trilhar o caminho do bem e de um trabalho árduo e dedicado, tal e qual o grupo Força Suprema, que, ao longo desses anos, tem estado a fazer um trabalho de forma organizada, disciplinada e humilde.

Para terminar Adilson Bráulio frisou o seguinte: “As leis existem e nós só temos que recorrer a elas quando imperar a necessidade. Já temos mantido vários contactos com o NGA e até já existe uma probabilidade de negociar o nome Projecto X, para uma marca de sacos plásticos, tudo dentro da lei”, Concluiu Adilson.

Post Top Ad

Your Ad Spot