EUA esperam acções concretas sobre o caso dividas ocultas de Moçambique - MoznoAr

===DISTRIBUINDO NOVIDADES NO AR===


Hot

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 28 de junho de 2017

EUA esperam acções concretas sobre o caso dividas ocultas de Moçambique

Os Estados Unidos afirmam que esperam ver acções concretas em resultado das recomendações chave do relatório da auditoria independente conduzida pela Kroll “Associates UK” às contas das empresas Ematum, Proindicus e Mozambique Assets Management (MAM).
 
O relatório, com 64 páginas, fornece explicações detalhadas sobre os contornos de dívidas não declaradas, no valor de 2,2 biliões de dólares, e com garantias do Estado contraídas pelas referidas empresas.

A auditoria apurou graves irregularidades, incluindo a existência de inconsistências na utilização de 500 milhões de dólares. O documento também denuncia a ocorrência de actos de má gestão e violação da lei.

Por isso, um comunicado de imprensa emitido hoje pela Embaixada dos Estados Unidos em Maputo manifesta a disponibilidade das autoridades norte-americanas de trabalhar com o governo moçambicano na melhoria da transparência e responsabilização nas suas operações financeiras.

“Os Estados Unidos estão empenhados em trabalhar em proximidade com o Governo de Moçambique na melhoria da transparência e responsabilização nas suas operações financeiras”, refere o comunicado da Embaixada dos EUA.

As autoridades dos Estados Unidos também congratulam a Procuradora-Geral da República de Moçambique pela divulgação pública do sumário executivo da auditoria independente realizada pela Kroll.
 
“A divulgação do sumário executivo marca um passo importante para uma resolução transparente relativamente à emissão de mais de dois mil milhões de dólares em empréstimos à EMATUM, Proindicus, e Mozambique Asset Management”, lê-se no comunicado.

“Como maior doador bilateral de Moçambique, os Estados Unidos têm um interesse na gestão apropriada e transparente de fundos por parte do Governo de Moçambique”, acrescenta o documento.

Os EUA afirmam ainda que a requisição de uma auditoria constituiu um passo importante no sentido da restauração da confiança dos investidores e doadores, e a divulgação pública do sumário executivo demonstra a vontade de resolver esta questão de forma responsável e transparente.
 

[CC]

Post Top Ad

Your Ad Spot