Pai suicida-se após matar suas duas filhas em Khongolote



Atanásio Ubisse de 39 anos, decidiu acabar com a sua vida, mas antes de se enforcar no quarto, envenenou e matou as duas filhas, uma de sete e outra de três anos, usando ratex (veneno para matar ratos).

A tragédia deu-se na madrugada de domingo, na casa do casal, localizada no bairro Khongolote, no município da Matola.

Tudo aconteceu na ausência da esposa, que há quatro dias tinha abandonado o lar após uma briga com o marido.

Na verdade, os familiares dizem que a briga da semana passada foi mais uma entre tantas outras que o casal teve durante os sete anos de casamento.

Naquela quarta-feira, Atanásio vinha de uma viagem de trabalho e antes de chegar a casa ligou para a esposa solicitando que ela fosse ao seu encontro na paragem. Porque era noite, a esposa não tinha como responder à solicitação. Foi assim que Atanásio ligou para um cunhado que foi ao seu encontro. “Chegou em casa com o cunhado, mas logo que este saiu começou a bater na esposa. Na mesma noite, a esposa saiu do lar e foi à casa dos país”, conta Aida Samuel, tia do malogrado.

Já na quinta-feira, Atanásio levou as duas filhas para a casa dos avós, onde passaram o Dia da Criança. No sábado, levou as crianças para casa e, por volta das 23H00, ligou para a esposa. “Disse à esposa que devia voltar para casa e caso não o fizesse, ele iria acabar com a vida das filhas e, depois, suicidar-se”. Naquela noite, a esposa não conseguiu sair do bairro de Jardim para Khongolote, mas na manhã de domingo voltou à casa e deparou-se com o corpo do marido pendurado no quarto. Na cama, os corpos das filhas. Atanásio tinha cumprido com a ameaça.

O País
Share on Google Plus

About Moz no Ar Oficial